VER A NOSSA HISTÓRIA
(Clica na imagem)

sábado, 27 de dezembro de 2008

O Dream Team do Bike17Eco em Futebol- o Fute17Eco


***Penso que era já a altura de divulgar no nosso blog o perfil da nossa equipa de futebol de cinco, com renome internacional, quase já conhecida em Portugal…., composta por vários jogadores de calibre mundial e que actuam nas horas vagas nos melhores campeonatos da Europa, nomeadamente no Liechtenstein, na Moldávia e nas Ilhas Faroe.
***Orientada pelo famigerado Treinador conhecido no meio futebolístico por Special Tho, como alguém um dia escreveu!!!!, o Coach Fuzaze, que foi recrutado ao Inter de Milão numa transferência milionária, perito em ler o jogo sem nunca perder a paciência com os seus jogadores e em assinar contratos de presença com organizadores de torneios em que participamos, conseguiu reunir a nata da 17ª Esquadra para formar este dream team.
***Faço então uma sucinta apresentação das vedetas, isto claro após vários meses de negociação com os empresários destes atletas para obter os direitos desta crónica, o que não foi nada fácil:
- Sousa, o Capitão, jogador fulcral em campo, sobretudo em tentar que o Macieira, o Vieirinha e o Pinto não se peguem à pancada entre eles a cada jogo, bem como em suster os ímpetos destruidores de canelas alheias pelo Mouteira e Alves, nos últimos tempos as bolas parecem que têm picos e não querem nada com ele;
-Fonseca, Guarda-Redes, conhecido como Cotunho, especialista em defender bolas impossíveis de forma ainda mais impossível, encontra-se actualmente à espera de peças novas para vários sítios do corpo que devem vir da Alemanha, o facto de pertencer ao grupo do Mouteira levanta várias questões sobra sua condição física actual; -Manuel Almeida, Guarda-Redes, disputa sempre o lugar de titular com o Fonseca, especialista em chegar a horas aos treinos da equipa, só que costuma andar pelo horário dos Açores, nomeadamente do Pico -Mouteira, o veterano da equipa, atacado já pelo caruncho da idade, jogador preponderante na transição defesa –ataque, graças á sua velocidade de ponta, cava sempre grandes buracos no sítio onde aguarda a bola, para os adversários caírem nestes, ficando em posição de vantagem. Faz-se sempre acompanhar nos treinos por uma rapariga paparazzi para publicações futuras em revistas cor de rosa; -Macieira, o carregador de piano, jogador de espírito colectivo, está sempre disposto a abdicar da posse da bola a favor de um colega, joga sempre de cabeça levantada até porque quer ver se o Vieirinha ou o Pinto estão a meter água;
-Pinto, central de marcação, jogador impiedoso na marcação individual ao adversário, sobretudo quando ele não está lá, está em grande forma física, costuma fazer um ou até dois piques por jogo, entende-se na perfeição na leitura do jogo com o Macieira e o Vieirinha;-Amorim, jogador polivalente, desde que comprou umas sapatilhas a condizer com o equipamento, parece que ganhou outra vida e está em grande forma, dizem que tem uma relação privilegiada com o Coach e que isso lhe dá muitas vezes a titularidade... más linguas; -Vieirinha, o creativo do team, jogador calmo e tecnicamente dotado, já tem as sapatilhas em forma de bico devido aos constantes remates à baliza, costuma seguir todas as movimentações do Pinto e Macieira para, à mínima hipótese, lhes dar cabo da cabeça, já cresceu alguma coisa influência da sua popa;-Rui Almeida, o esquerdino nato, quase parecido com o Futre, não tem feito uma época regular pois a Juventus não lhe facilita a vida na sua disponibilidade mas tem conseguido deixar a sua marca na equipa, sobretudo nos remates para a bancada e holofotes do indoor na Maia;-Alves, o tanque demolidor, jogador ponta quieta, é temido pelas defesas adversárias em virtude de não distinguir a bola das canelas, tem estado cheio de bolor no joelho, influência quiçá de ter pertencido ao Grupo do Mouteira e Fonseca;-Assunção, conhecido como Berdadeiro, jogador imparável nos primeiros cinco minutos, altura em que prefere descansar para não sujar e suar a camisola, também não tem sido regular esta época, pensa-se que acabou de se desgraçar recentemente ao aderir ao matrimónio...;-Vingada, o One Man show do team, joga bem com os dois pés e ainda tem o terceiro de reserva se for preciso, consegue dar saltos impossíveis para chegar à bola, não tem sido muito regular pois é muito requisitado por outras equipas;-Paulo Almeida e Hugo Dias, jogadores promessas, que dizem que vêm ao jogos e vêm mesmo, estão ambos a recuperar e a fazer fisioterapia nos estaleiros dos Soares da Costa, sendo de esperar uma época de 2009 em grande por parte deles; -João, reforço de inverno, jogador profissional a militar nos escalões da 3ª Divisão Portuguesa, veio estagiar no seio do nosso grupo para aprender tudo aquilo que não se deve fazer num jogo de futebol, ficando bastante elucidado, o facto de ser futuro genro do Coach também não abonou nada em seu favor.
***Caros amigos, assim ficou uma breve apresentação destes majestosos atletas, cujo palmarés abundante nem me atrevaria a mencionar aqui, sendo de esperar mais estórias futuras por estas bandas. Bem hajam.
Ass: O Capitão.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

domingo, 7 de dezembro de 2008

BIKE17ECO, vence o 2.º Trilhos Serra da Nora

Trepador, atleta do Bike17eco vence a 2.º Trilhos Serra da Nora.

Finalmente um atleta do bike17eco chega em primeiro ao final duma prova.


O 2.º Trilhos Serra da Nora, teve início junto ao mesmo restaurante onde jantamos na primeira noite da viagem a Santiago de Compostela, (o mundo é mesmo pequeno).

Os atletas, entre os quais a representação BIKE17ECO, Sousa "Trepador", Pimenta "Saca Saca" e Pedro "Trilhos, arrancaram, para os primeiros kms de “aquecimento” passando pela ciclovia de Ponte de Lima, já nossa conhecida, e por muita, muita, muita lama, para sujar as bikes.

Com o inicio da principal subida, alguns dos participantes começaram a aperceber-se que já estávamos há muito tempo a andar literalmente com as bikes às costas, o que não seria normal, veio-se a descobrir que alguém alterou a sinalização (provavelmente os caçadores que por lá andavam, OUTRA VEZ OS CAÇADORES!), desviando a rota por um caminho de cabras, que até apeado era difícil subir, mas como o objectivo era atingir o topo daquele monte, por aquele caminho ou por outro, como íamos a subir estávamos a seguir a direcção certa. Foram cerca de 40 minutos sem montar na bike, e chegando mesmo a ter que a carregar às costas pois o trilho era mesmo mau.
Quando cheguei ao topo do trilho, reencontrando novamente o percurso original, fiquei a aguardar pelos meus 2 companheiros mas como alguns dos participantes foram avisados a tempo, do erro de percurso, ainda voltaram para trás e seguiram pelo trajecto original, começando aqui a desorientação total entre os participantes do bike17eco, nesta altura eu já não sabia se estava mais á frente como quando iniciei o caminho de cabras, ou mais atrás, pelo que tive de ligar ao Trepador, para saber se deveria esperar ou acelerar para os encontrar, para meu espanto fui informado que o Pimenta esperava por mim no topo e que o Trepador já estava a chegar ao fim. “??!?!?!?”

Afinal o homem que apanha boleia de tractores, também apanha boleia de jipes de apoio, e lá foi o Trepador sentadinho no Jipe até ao final.

Eu como fui informado que o Pimenta estava á minha frente, lá fui a dar gás, quase nem parei para comer no reforço, na tentativa de o apanhar. Depois de algumas quedas e um furo, lá cheguei ao fim e vejo o Trepador sentadinho e de banho tomado, dentro de seu carro e que o Pimenta afinal ainda não tinha chegado, (afinal podia ter parado para comer e beber pois até vinho do Porto havia no reforço e nem o provei com a pressa).
Para terminar em beleza, foi ver a cara do Pimenta, (40 minutos depois) quando chegou e viu o Trepador, (que julgava ele ainda estava para trás) sentadinho no carro à espera dele, -“Já chegaste!!?”

“À e tal, não me estava a sentir bem, tive que vir no jipe”
- só desculpas, quanto a mim o problema foi a lama que já lhe estava a sujar a bike.

Resumindo e concluindo o que interessa é que o primeiro a chegar ao fim e a ir tomar banho é do Bike17eco, (ninguém falou em não se puder apanhar boleia, afinal o jipe até pertencia á organização).




Pedro "Trilhos"