Visitas

VER A NOSSA HISTÓRIA
(Clica na imagem)

CROMAS:

Ir para a Página desta CROMA Ir para a Página desta CROMA Ir para a Página desta CROMA

Etiquetas

Etiquetas do BIKE17ECO

8ª Edição do BTT Maria da Fonte

domingo, 29 de abril de 2012



**Durante algum tempo o Sousa (Trepador), aguçou-nos o apetite, contando as suas aventuras na prova da Maria da Fonte- Povoa de Lanhoso. Lá nos convenceu a participar (Sérgio Fugas, Pimenta Saca Saca, Pedro Trilhos, Eu e o João).

**No sábado, dia 17 de Março, á hora marcada, 7h30, lá arrancamos em carrinha particular de Cicloturismo do João, que esta gente gosta de acordar cedo. Tão cedo que chegámos à Povoa de Lanhoso, que fomos os últimos a partir, ou antes, já a prova levava 15 minutos, estávamos nós na linha de partida á procura do “povo”. Pois o Vidinha, lavou a bike no dia anterior e tirou toda sujidade que desafinou as velocidades, daí o atraso na partida.
**No inicio tínhamos como companheira a chuva que todos desejam para “calar a terra que grita por ela”, mas logo desapareceu para nos brindar com um tempo óptimo para a pratica do BTT.
**Como já era de esperar uma prova com 1000 participantes, haveríamos de encontrar um engarrafamento. Logo na primeira subida, lá estava malta toda apeada, parecia "uma migração de gnus africanos nas margens de um rio".
**A partir daqui foi sempre a subir, subir. As expectativas relacionadas com a paisagem foram superadas, tivemos trilhos lindíssimos, as vistas sobre o rio homem eram deslumbrantes, valia a pena parar e admirar a obra da mãe natureza (serra do Gêres) e o espelho de água no rio.

**O single track (+- aos 20km) sobre o rio poderia ter sido melhor se não estivesse tanta gente a tentar vencer os obstáculos. Mas a descida até ao abastecimento foi uma loucura, vi participantes a dar cada tombo, outros destemidos pareciam não ter travões da bike ou com vontade de receber o prémio do seguro de vida.
**O abastecimento foi muito bom, em quantidade e qualidade, mas foi pena estar montado na estrada, onde os automóveis passavam pelo meio dos ciclistas, um aspecto a melhorar.
**Os últimos quilómetros junto ao castelo estavam um espectáculo.
**No final, foi pena terem desmontado a “linha” de chegada com participantes ainda por terminar, o que cria uma decepção a quem tanto esforço fez.
**Após um banho em água tépida, aconchegámos as barrigas com uma bela feijoada, para compensar as calorias gastas. Posso dizer que foi uma prova bem organizada, com o traçado duro, deslumbrantes paisagens e companhia formidável.

** Até Breve . Fernando "Escolinha" Silva.





Fotos deste Passeio