VER A NOSSA HISTÓRIA
(Clica na imagem)

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Santo Tirso


Viva pessoal!
Antes de mais, devo um pedido de desculpas pela minha ausência, mas a minha nova actividade profissional não me tem deixado tempo para mais.
Agora o treininho…
Pois é, na passada sexta-feira 20FEV, eu, o Trepador e o Trilhos fomos até Santo Tirso.
O trepador, com o vício, para ganhar tempo dormiu em minha casa! Com a sua pressa habitual obrigou-me a sair da cama às 06h30, passamos em casa do Trilhos e lá fomos em direcção a Santo Tirso.
Pelas 09h00, começamos a pedalar junto ao Instituto Nun’Alvares, em Areias.
Logo aí no café de arranque, comecei a ouvir, “- Ainda me dói os músculos do treino do Gerês!”, outra voz do outro lado dizia “- A mim também. Foi duro!”. Não sei porquê, mas pareceu-me logo que alguém já estava a arranjar desculpas!
O trepador, pela primeira vez como navegador com o GPS, não errava uma, em cada entroncamento já sabíamos que era na direcção contrária à que ele tinha escolhido (volta Vitaro estás perdoado!!!).
Em cada subidazinha o Sr. Trilhos, desmontava a burra e dizia, “-Isto não é nenhuma prova, ainda temos muitos Kms pela frente!”, e toca a alancar com a bicla à mão.
Depois de tantos enganos e já farto de ver companheiros com a bicla à mão, decidi e isto que fique bem claro, foi propositado, atirar-me para o chão, para animar a malta. É lógico que o Trilhos, como vinha com a bicla à mão tinha logo a máquina pronta a disparar para registar o momento.
Aí pelos 20 Km de pedal, nas poucas alturas em que os meus companheiros passaram para a frente, numa descida, e já depois do Trepador ter furado, a minha câmara-de-ar da roda de trás rebentou. Depois de substituída, rebentou o pneu, cerca de 100m à frente. Mais uma vez era uma descida e o Trilhos e o Trepador iam à minha frente. Cheira-me a sabotagem!
Lá substituímos novamente a câmara-de-ar e depois de chegar à estrada nacional, com pouca pressão no pneu, deu para pedalar devagarinho durante cerca de 6 Km.
Como já estava na hora do almoço e o ratinho já roía no estômago, paramos num café que servia refeições diárias onde no deliciámos com um arroz de feijão vermelho acompanhado por sardinhas fritas e panados, como foi preferência do Trilhos.
Depois da barriga cheia, entramos na recta final, tendo feito ainda cerca de 4 Km até chegarmos ao carro.
Não foi o treino que desejava, mas parece-me que os meus companheiros não estavam à altura e decidiram sabotar. Pode ser que para a próxima dê para fazer os 50 Km mais os erros do navegador.
Já agora, falando a sério, não comprem pneus Michelin, o meu fez cerca de 60 Km.
Abraços e até ao próximo passeio, que deve estar para breve…




Ni Amorim

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Xurés - o Gerês Espanhol

Desta vez o BIKE17ECO resolveu ir fazer um trilho (temos que dar uso ao GPS), para os lados do Gerês Espanhol, ou seja o Xurés.
Mas infelizmente só eu e o Trepador aparecemos e não foi por falta de convite, mas as desculpas foram as únicas a marcar presença, uns por carunchice, uns porque não podiam, outros porque partiram os ossos do cú, ou ainda outros porque não quiseram ir...


Bem os 2 atletas de Elite do BIKE17ECO, lá tiveram que fazer este treininho em altitude, para lá da fronteira, sozinhos.

Iniciando na Portela do Homem logo a subir até ultrapassar os mil metros de altitude, podemos ver para nosso espanto que andávamos a pedalar por paisagens quase Alpinas, uma vez que os cumes para aqueles lados estavam ainda brancos.

Na primeira descida e uma vez que ainda havia gelo formado nas pedras, e correntes de neve…nada, o Trepador (que anda a ver se também é “descedor”), mandou um malho ao passar por uma placa de gelo que até andou a fazer skú durante uns metros, (deve ter ficado com o rabo quentinho, sentado no gelo).


O resto do passeio correu sem problemas (houve um furo, seguido de uma troca de câmara de ar que ia correndo mal, pois os 2 mecânicos juntos não faziam um, mas acabou por correr bem).


Com um tempo impecável para pedalar, Sol mas sem calor, ainda deu para fazermos um single track que já tinha sido percorrido num passeio do ECOBIKE, mas que eu infelizmente não pude ir (nesse dia fui eu a dar a desculpa), e que o Trepador já me tinha falado.

Já mais no final ainda passamos pelos Baños de Rio Caldo, mas o cansaço já era tanto que nem deu vontade de dar um mergulhinho, por esta altura já só pensávamos em parar de pedalar e encontrar um “tasco” qualquer para comer.


Em 50kms, fazer 2 picos acima dos mil metros e com mais de 1400 metros de acumulado pedalar durante 5 horas, foi duro para quem pouco tem andado, mas como daqui para a frente é sempre a aumentar a dificuldade…

Venha o próximo e de preferência com paisagens iguais…

Pedro "Trilhos

Download deste Trilho

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Mais um reconhecimento com trilhos exigentes...

Está a decorrer, de 12 a 15 de Fevereiro do corrente ano, no Pavilhão Multiusos de Gondomar, Porto, a 2ª edição do salão erótico do Porto. O Sr. Major está ao mais alto nível e continua a fazer o seu trabalho camarário em prol do cidadão e do seu bem estar, acolhendo mais um certame desta feira.
Sendo também este blog um espaço de divulgação cultural, como não podia deixar de ser e sendo eu, de entre alguns do Bike17Eco, um especialista em reconhecimentos, lá resolvi fazer uma visita nocturna no dia da abertura.
Não me irei alongar muito sobre a exposição em si e a oferta da mesma pois deixo aqui o link do site, onde está toda a informação disponível: http://www.erosporto.com/.
Algumas considerações: as zonas de strip, com shows públicos contínuos, e depois em privado mas já a pagar, cinco Euros é a regra, são claramente as mais procuradas pelos visitantes em busca da melhor fotografia ou melhor vídeo, com alguns sortudos - ou não- a serem convidados a subir ao palco, perante toda a assistência, ficando completamente à mercê da(s) artista(s) que, salvo raras excepções, são autênticas bombas sensuais e profissionais na arte; a zona de studio X, com sexo ao vivo, também é muito requisitada.
Até este ponto, já eu tinha visto muito trilho para ser desbravado e muito material de qualidade para proporcionar um bom passeio na minha Coluer... Sinais dos tempos, um atleta do Bike17Eco é hoje em dia reconhecido internacionalmente, pelo que a actriz pornográfica brasileira Dunia Montenegro reconheceu o Trepador no meio da multidão e quis ficar para a posteridade num registo fotográfico, retribui o bonito gesto convidando-a desde já para o próximo passeio organizado pelo Bike17Eco, em que ficará à minha boleia na minha Coluer, sendo de prever vários ataques meus pelo caminho....

P.S. Fica o alerta que o dia dos estudantes e reformados, em que o preço era mais barato, foi o da estreia, pelo que Atletas da categoria do Mouteira, Jorge Almeida, etc..., já deixaram passar a sua oportunidade de poupar umas massas nos comprimidos azuis à venda nos expositores.

Trepador.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Rescaldo pouco positivo do FCP-SLB




Hoje à noite lá estaremos para mais um treininho de bola no indoor das Guardeiras contra o meu primo e amigos, mas desta vez com a Equipa Principal do Fut17Eco (Carunchoso e Companhia têm de treinar mais para chegar a titular...); no entanto, será de salientar a ausência forçada de dois atletas do Fut17Eco, de alto gabarito internacional, por motivos distintos: O Zé Macieira, que anda em maré de sorte esta época, está a contas com uma pubalgia e não pode dar o seu contributo à equipa, facto que já começou a afectar o moral do Nitro e o Vieirinha... e um dos nossos guarda-redes, Fonseca, mas este por um motivo bem lamentável embora nada de surpreendente para a malta cá da guerra. Estes dois artistas estiveram de serviço no policiamento do grande clássico deste Domingo, pelo que, aquando da chegada dos milhares de adeptos do SLB, claques ou pseudo-claques inclusive ou pseudo-corja, de comboio a Campanhã, e envolvido no acompanhamento dos mesmos até ao Estádio do Dragão, o nosso Cotunho acabou por levar com um paralelo no peito, atirado do meio dos adeptos do SLB por um energúmeno qualquer que se intitula Adepto de Futebol e que, infelizmente não foi possível identificar e deter de imediato, ficando então o Fonseca , mesmo com os seus reflexos de esquiva apurados, com os danos físicos na pele e que poderiam ter sido bem piores, valeu-lhe ter o capacete de protecção... mas esta situação obrigou-o a ter de ficar de baixa.
Amigo, Hoje à noite vamos dedicar-te a vitória( nem que seja a moral...) Fonseca e fica descansado que eu vou ter uma conversa com o Coach Fuzaze para ele delinear um treino específico para os redes envovendo Esquiva de Paralelos...

P.S. Para não haver equívocos, não misturo os verdadeiros adeptos de futebol em geral e os do Benfica em particular com este vegetal que fez aquele proeza, que não passa de um covarde protegido pelo anonimato colectivo e não é de certeza um adepto do SLB no verdadeiro sentido da palavra.

O Capitão.